Sobre “Diana no Natal”

16/03/2013

Ao que tudo indica, Saulo Ribeiro é daqueles que capta no ar muito mais do que o momento em si tenta mostrar. Ou ocultar. Entre uma trepada e o gesto banal de acender um cigarro, por exemplo, eis que surge uma consideração ácida, um comentário que arranca o leitor da  letargia de supostamente adivinhar o que vem depois. Em seu livro, cada frase parece uma descrição simplória e cheia de obviedades. Porém, no passo seguinte, o leitor é obrigado a compartilhar algo que dói e que os força a rir de si mesmos. Uma espécie de ironia cortante e certeira, de frases de efeito, derivada da denominada literatura “marginal”, onde talvez Fante e Mirisola possam estar presentes e subentendidos, é um dos pontos fortes do livro. Vale o risco.

(Gustavo Rios, in Verbo 21)

diana no natal

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: